Ferroviário

A Fanavid comercializa peças também no mercado de reposição. As peças de alta complexidade, fabricadas com polímeros de alta resistência a impactos externos com velocidade de até 270 km/h.

A empresa é também a única a desenvolver para-brisas térmicos no Brasil, como os que foram instalados nos trens do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), projeto da Prefeitura do Rio de Janeiro que interliga a região portuária ao centro financeiro da cidade e ao aeroporto Santos Dumont. A tecnologia permite que a temperatura interna do ar-condicionado permaneça, e os vidros desembacem com mais agilidade.

As peças passam por testes no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), pertencente ao Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).